Cerca de 40 são detidos e conduzidos à Cidade da Polícia após morte de delegado

autor Revista WNews   4 day ago
446 puntos de vista

4 Like   0 Dislike

Delegado é encontrado morto próximo a favela na Zona Norte do Rio

Policial é baleado enquanto equipe do Câmera Record acompanha operação em favela

Nervosos com os prejuízos causados pela operação da CORE, os criminosos atacaram uma base da Polícia Militar no Jacarezinho. Os policiais civis voltaram à ação e um deles acabou baleado. A equipe do Câmera Record acompanhou de perto os momentos de tensão na comunidade carioca.

Após morte de delegado,polícia prende mais de 40 no Jacarezinho,no Rio

O delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro e ex-agente da Polícia Federal Fabio Monteiro foi encontrado morto próximo à Favela do Arará, comunidade na Zona Norte do Rio, na tarde desta sexta-feira (12). Fabio, além de delegado e ex-agente federal, também atuava como instrutor e professor da corporação. Nas redes sociais, o próprio policial informava que era faixa preta de jiu-jitsu e, de acordo com colegas, era novo no polícia, tendo se formado em 2014. Outros delegados informaram que ele era casado e tinha dois filhos. De acordo com informações da Polícia Militar, o corpo de Fabio foi localizado na mala de um veículo Chevrolet Cobalt preto, na Avenida Dom Helder Câmara, altura do número 287. Atualmente, o delegado estava lotado na Central de Garantias, na Cidade da Polícia. Pelo Twitter, a Polícia Civil confirmou a morte do delegado: "Com profunda tristeza, comunicamos a morte do delegado Fábio Monteiro, lotado na Central de Garantias, na Cidade da Polícia, vítima de criminosos nesta sexta-feira (12/01). A DH investiga o caso. A PCERJ está em luto pela perda do nosso companheiro". Testemunhas no local confirmaram a PMs que havia um corpo dentro do porta-malas de um carro com várias marcas de tiros e com um distintivo de delegado da Polícia Civil, livros de Direito Penal e um crachá de um feira literária policial. Outras pessoas informaram que, a princípio, o delegado teria saído da Cidade da Polícia para almoçar quando foi supreendido por homens armados. A Delegacia de Homicídios foi acionada para o local e trabalha para preservar a cena do crime. Tiroteio durante operação Horas após a morte, a Polícia Civil já havia dado início uma operação no Jacarezinho, favela próxima ao Arará. Imagens do helicóptero da TV Globo (Globocop) mostraram agentes dentro da comunidade. Em determinado momento, um homem é carregado para dentro de uma viatura. Já havia também registro de tiroteio na região. Por isso, a concessionária SuperVia, de trens, comunicou que trens do Ramal Belford Roxo tiveram que interromper a circulação. A SuperVia informou que as composições aguardavam ordem de que a via estava liberada. Por isso, o sistema ferroviário registrou atrasos nas viagens.

Core perde um de seus principais atiradores durante tiroteio no Jacarezinho

Core perde um de seus principais atiradores durante tiroteio no Jacarezinho

VIU! Delegado executado e deixado no porta-malas

Disque Denúncia oferece R$ 5 mil por informações de assassinos que abandonaram o corpo no Jacarezinho. Saiba mais: https://www.portalviu.com.br/cidades/delegado-executado-e-deixado-no-porta-malas/

Vídeo mostra cerca de 40 pessoas saindo do Jacarezinho. Delegado Fabio Monteiro foi encontrado morto próximo à comunidade.

Um grupo de aproximadamente 40 pessoas foi conduzido à Cidade da Polícia, no Jacarezinho, na Zona Norte, após o delegado Fabio Monteiro ser encontrado morto dentro do porta-mala de um carro na região, nesta sexta-feira (12).

O vídeo publicado no perfil do OTT-RJ (Onde Tem Tiroteio) mostra as pessoas deixando de mãos dadas uma das principais vias da favela. O delegado, também ex-agente da Polícia Federal, atuava na Central de Garantias Norte, na própria Cidade da Polícia.

Horas após o corpo de Fabio ser encontrado, a Polícia Civil deu início a uma operação na região em busca de suspeitos de assassinar o delegado. Ao menos uma pessoa foi baleada. Participaram do cerco ao Jacarezinho e Favela do Arará equipes de 31 delegacias, correspondente a todas as unidades da capital.

No fim desta tarde, o Portal dos Procurados divulgou cartaz com solicitando informações que levem à identificação dos envolvidos na morte do delegado. É oferecida uma recompensa de R$ 5 mil.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos, pode entrar em contato com o portal pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

De acordo com a Polícia Civil, a Delegacia de Homicídios (DH) da Capital foi acionada e enviada para o local. Os detalhes da ocorrência estão sendo apurados, e todas as informações recebidas estarão sendo encaminhadas para especializada.

Comentarios para el video: